A Mocidade e o Outubro Rosa

outubro

Um novo mês se inicia. Nosso outubro é forte, ele é rosa choque. Mas também pode ser leve, por que ele é bebê, e quem sabe até ter cheirinho, ele é rosa chiclete. Variados são os tons e também as oportunidades de agir em favor da prevenção do câncer de mama. Por isso, fique atento as dicas de ação.         

Ore, planeje e disponha-se!

 

O Movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos na década de 1990, para estimular a participação popular no controle do câncer de mama. Atualmente essa data é celebrada mundialmente com iluminação de monumentos na cor rosa, propagandas, corridas, desfiles, além do compartilhamento de informação, ainda com o objetivo de promover a conscientização sobre a importância de se detectar precocemente o câncer de mama. (INCA, 2014)

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o mais incidente na população feminina mundial e brasileira, excetuando-se os casos de câncer de pele não melanoma.

Certamente a Igreja pode desempenhar um papel importante na comunidade, promovendo ações que lembrem essa data e incentivem a promoção de saúde, o autoexame, a detecção precoce, e o tratamento adequado do câncer.

Ações sugeridas

  • Palestras para a comunidade

  • Decoração do edifício com laço ou luz rosa

  • Organização e promoção de caminhadas, pedaladas, corrida na comunidade

  • Tarde de atividade física na praça ou parque

  • Distribuição de flyers, folders explicativos sobre a Campanha Outubro Rosa fornecido pela Secretaria Municipal ou Estadual de Saúde, que podem ser encontrados nas Unidades Básicas de Saúde.

  • Promoção de palestras com profissionais da saúde sobre cuidados, tratamento e diagnóstico do Câncer de Mama;

  • Depoimento, em palestras, de pessoas que enfrentaram o tratamento da doença.

  • Distribuição de lembrancinhas às mulheres da comunidade na cor rosa que remetam ao autocuidado.

  • Incentivo ao uso de roupas ou acessórios na cor rosa pelos irmãos da igreja.

  • Uso de imagens da Campanha na capa ou perfil nas redes sociais.

  • Visita a hospitais e instituições de apoio à paciente com câncer.

  • Organização de um encontro, chá da tarde, com as mulheres da igreja e da comunidade, com palestras e atividades que estimulem o autocuidado e melhora da estima, com dicas de maquiagem, massagem e exercícios físicos.

    Os jovens e mocidades que realizarem ações durante este mês poderão postar fotos nas mídias sociais com o uso da # (hashtag) #UMPRosa #UMPContraoCancer

 

Por: Poliana Rocha - Sec de Responsabilidade Social.

Classifique este blog:
Nova Diretoria - UMP SP - Biênio 2017/2019
Culto 500 anos da Reforma Protestante IPB.

Posts Relacionados