• Home
  • Blog
  • Formatadas por Cristo - De filha para filha

Formatadas por Cristo - De filha para filha

18-_20210518-231426_1

 Falar de mãe é tão difícil que já iniciei e apaguei este texto três vezes. A verdade é que sentir este amor é muito mais simples que expressá-lo em palavras.


Já ouvi dizer que muitos filhos só aprendem a valorizar seus pais quando estes já não estão mais aqui... Infelizmente essa é uma dura realidade do nosso coração corrompido pelo pecado.

Somos tão egoístas que desejamos "viver a nossa vida" como se nossos pais não existissem e ainda como se realmente não soubessem nada do funcionamento desse mundo. O que nos esquecemos, é que eles já viveram a nossa fase, venceram e estão aqui. Quando muitos de suas gerações se perderam, eles constituíram família, nos geraram e estão aqui.

Já ouvi dizer que quando a filha vive a experiência da maternidade ela aprende a valorizar mais a sua mãe - algumas ainda têm a possibilidade de dividir esses momentos com suas mães que lhe dão suporte. Mas a verdade é que não deveríamos esperar por viver uma experiência boa ou ruim para saber o valor real de uma mãe.

Se você ainda não é mãe, experimente acompanhar uma com seu filho recém nascido e veja como a abnegação dessa mulher é constante em todo esse processo. Eu gostaria de dizer que isso muda ao longo do tempo, mas a verdade é que nossas mães nos priorizaram por toda a vida. De todas as experiências que já observei, uma conclusão é certa: para as mães os filhos não têm idade!!!

Infelizmente, com a idade nós esquecemos de nossas mães ou não lhes damos a verdadeira importância. Os filhos são herança do Senhor, isso quer dizer que ele confiou aos nossos pais seu bem precioso, sua riqueza, deu o direito de Seus filhos chamarem a outros filhos de pai ou mãe. E nós temos que honrá-los sempre, não somente obedecer enquanto crianças, mas honrar!

Valorizar sua mãe é orar por ela é com ela, é ter um tempo especial em sua agenda para ela, por mais agitada que ela esteja, é ligar em qualquer hora, é abraçar sempre que possível, é permitir que ela se sinta amada e protegida assim como nos sentimos todas as vezes que gritamos MANHÊEEEEEE.

Que tal hoje, um dia qualquer você ligar pra sua mãe, se ela ainda está aqui ou se puder passe pra tomar um cafezinho com ela... se ela não está mais aqui agradeça a Deus pelo privilégio que teve dos bons momentos com ela e peça a Deus que você possa exercer a maternidade com filhos biológicos ou espirituais com o intuito de formar uma geração para a glória de Deus e que valorize a sabedoria de seus anciãos.
Formatadas por Cristo - Cansada de tanto esperar!
Formatadas por Cristo - A emboscada no lar

Posts Relacionados